Saiba mais sobre roteadores sem fio

O que é um roteador sem fio?

Um consiste, na verdade, em dois dispositivos, um e um roteador.

  • Ponto de acesso – permite que os dispositivos sem fio se conectem à rede.
  • Roteador – faz o seguinte:
    • Direciona os dados indo e vindo de dispositivos conectados à rede
    • Permite que dispositivos conectados à rede compartilhem uma conexão única à Internet (através de modem a cabo, ou )
    • Permite que dispositivos conectados à rede se comuniquem uns com os outros

Quando você usa um roteador sem fio, a sua rede é chamada de "rede de ". O roteador sem fio é o componente principal de uma rede sem fio. Você pode pensar em um roteador sem fio como a estação-base de um telefone sem fio. Outros dispositivos sem fio na rede, como computadores e impressoras, são como os telefones sem fio. Todas as comunicações na rede sem fio passa pelo roteador sem fio, permitindo que os dispositivos conectados sem comuniquem uns com os outros, assim como com o mundo exterior. Muitos roteadores sem fio tem um integrado, para impedir acesso indesejado à sua rede.

Muitos roteadores sem fio também permitem que dispositivos se conectem à rede usando um cabo . Então, uma rede doméstica com um roteador sem fio pode ter dispositivos conectados tanto com fio quanto sem fio.

Computador com um adaptador sem fio

Todos os dispositivos conectados ao roteador sem fio, seja com um cabo Ethernet ou sem fio, têm acesso à mesma rede e podem se comunicar uns com os outros, independente de como se conectam à rede. Por exemplo, um desktop conectado via Ethernet pode imprimir com facilidade em uma impressora sem fio, contanto que estejam conectados ao mesmo roteador sem fio.

Como os roteadores sem fio funcionam?

Os roteadores sem fio transmitem as informações entre os dispositivos conectados a eles, assim como para a Internet, colocando as informações em pequenos "pacotes". Cada vez que um pacote é transferido, os dispositivos que estão enviando e recebendo (um computador e um roteador, por exemplo) verificam se o pacote foi enviado e recebido corretamente, antes de enviar outro pacote. Esses pacotes podem ser enviados através de uma conexão com ou sem fio ou por ambas (por exemplo, de um laptop sem fio a uma impressora conectada ao roteador com um cabo Ethernet).

Uma das funções principais de um roteador sem fio é facilitar a transferência desses pacotes dentro da rede. Ele faz isso atribuindo um "" exclusivo para cada dispositivo na rede. Você pode pensar em um endereço IP como se fosse o endereço da sua casa. A sua casa seria um dispositivo na rede, e o roteador seria o correio (e os carteiros). Mas, ao contrário do endereço da sua casa, os endereços IP podem ser temporários. Conforme os dispositivos entram e saem da rede, eles podem receber um endereço IP diferente. A função do roteador que executa essa tarefa é chamada de servidor (Dynamic Host Configuration Protocol, Protocolo de Configuração Dinâmica de Hosts).

Outra das funções principais de um roteador sem fio é compartilhar uma conexão de Internet com vários dispositivos na rede. Seu dá um endereço IP à sua "casa" (do servidor DHCP dele). Esse endereço IP é transformado em um conjunto de endereços IP locais para a sua rede, pelo seu roteador. Os endereços IP locais se parecem muito. Eles são conjuntos de 4 números e se parecem com: 192.168.1.X ou 10.0.1.X. O último conjunto de números na série (X) é o que o DHCP altera para cada dispositivo na rede. O roteador geralmente usa o número ".1" para si mesmo, como em 192.168.0.1. Isso é chamado de . Depois, ele dá números similares aos outros dispositivos, como 192.168.0.9.

Computador com um adaptador sem fio

O serviço DHCP de cada roteador tem um número limitado de endereços IP que pode emitir. Em alguns roteadores, como em alguns modelos da Netgear, esse último número pode ser entre 2 e 254. Em outros, como os da Linksys, o intervalo está limitado entre 100 e 149.

Você pode imaginar que, se o endereço da sua casa mudasse toda hora, o correio teria problema para achar você e entregar suas cartas. A mesma coisa pode acontecer em uma rede. Então, pode ser interessante atribuir um endereço IP permanente, imutável (chamado de "estático" ou "manual") a um dispositivo, como uma impressora, que precisa se comunicar frequentemente com outros dispositivos na rede. Os computadores poderão achar a impressora facilmente na rede, se ela tiver um endereço IP permanente. Algumas impressoras permitem que você faça isso usando as configurações de rede avançadas, no painel de controle da impressora. A melhor maneira de fazer isso é atribuir, à impressora sem fio, um endereço IP que esteja fora do intervalo que o servidor DHCP abrange. Por exemplo, se o serviço DHCP do seu roteador Linksys tiver um intervalo limitado de 192.168.1.100 a 192.168.1.149, um bom endereço IP para a impressora seria 192.168.1.200. Consulte a documentação do roteador para ver o intervalo do DHCP e o intervalo total de endereços IP suportados

Se não for possível definir um pelo painel de controle da impressora, é possível defini-lo usando a página de Web interna da impressora, conforme a seguir:

  1. Conecte a sua impressora à rede sem fio.
  2. Imprima uma Página de Configuração de Rede, usando o painel de controle da impressora, e anote o endereço IP da impressora.
  3. Digite o endereço IP da impressora em um navegador da Internet, para acessar a página web interna da impressora.
  4. Selecione a guia Rede, depois Sem fio, no lado esquerdo, depois a guia IPv4.
  5. Clique no botão de rádio IP Manual.
  6. Dê, à impressora, um endereço IP fora do intervalo do DHCP, mas não maior que 254 (para o último número no endereço).
  7. Clique em Aplicar.

O que são todos esses padrões de sem fio?

é um conjunto de padrões para comunicação de computadores em rede sem fio. Eles são criados e mantidos pelo Institute of Electrical and Electronics Engineers (IEEE). As versões do padrão 802.11 suportadas mais comumente nos roteadores sem fio atuais são:

  • 802.11b – lançado em 1999, esse padrão está totalmente obsoleto, atualmente. Ele é lento e sua única segurança é , que pode ser quebrado facilmente e torna sua rede insegura. Se você precisar usar WEP, o modo "Aberto" é mais seguro do que o modo "Compartilhado". Apesar de esse padrão ser suportado na maioria dos roteadores modernos, você só terá razão para usá-lo se você tiver um dispositivo mais velho que funciona em 802.11b. O 802.11b funciona na faixa dos 2,4GHz, o que o torna suscetível a interferência de fornos de micro-ondas, dispositivos Bluetooth, babás eletrônicas e telefones sem fio.
  • 802.11g – lançado em 2003, esse padrão está amplamente em uso atualmente. Ele é muito mais rápido do que o 802.11b e suporta os padrões de segurança mais modernos ( e WPA2). Na verdade, 802.11g é mais rápido do que a maioria das conexões de Internet via cabo, DSL e FIOS a que o roteador é conectado. Assim como o 802.11b, os dispositivos 802.11g sofrem interferências de outros produtos operando na faixa de 2,4 GHz.
  • 802.11n – lançado no final de 2009, o mais moderno padrão de rede sem fio é o mais rápido e também o menos sujeito a interferências. Assim como o 802.11g, ele suporta os padrões de segurança mais modernos (WPA e WPA2). O 802.11n pode funcionar na faixa de 2,4GHz ou na de 5,0GHz, menos suscetível a interferências. Um dispositivo funcionando em 802.11n 2,4GHz não pode se conectar a um outro dispositivo em 802.11n 5,0GHz.

Outros tópicos a serem explorados

Consulte a lista a seguir para ter acesso ao conteúdo relacionado a conexão sem fio.

Que roteador devo comprar

Conceitos básicos sobre conexão sem fio

Imprimir sem fio sem um roteador, usando o HP Wireless Direct